Confidencialidade, Disponibilidade e Integridade: Conheça Os Princípios Da Segurança Da Informação



Provavelmente, você e sua empresa entendem o que é a segurança da informação e a sua importância. Contudo, você conhece e entende os três princípios que devem nortear a política de segurança da sua organização?


Então, recomendamos a leitura deste artigo. A seguir, explicaremos o que cada um desses princípios representam para a proteção de dados da sua empresa. Ficou interessado? Confira o material que preparamos para você.


O que é a segurança da informação?


Embora seja um termo muito conhecido, a “segurança da informação” nem sempre é completamente entendida. Por definição, ela é o conjunto de ações e boas práticas desenvolvidas com o objetivo de garantir a proteção de dados.


Dessa forma, impossibilita que as informações sejam acessadas por pessoas não autorizadas ou sejam destruídas, roubadas e danificadas. Para que esse objetivo seja alcançado, uma boa política de segurança compreende os seguintes pontos:


  • atualização contínua dos softwares e dispositivos conectados à rede;

  • detecção de riscos e ação preventiva para evitar invasões e ataques;

  • realização periódica de backups;

  • alinhamento entre processos e segurança da informação;

  • monitoramento da rede;

  • capacitação periódica dos colaboradores para que entendam a importância do cumprimento dessa política.

Os 3 princípios da segurança da informação


Agora que você já entendeu o que é a segurança da informação, precisamos falar sobre os princípios que norteiam este conceito e que devem estar presentes na política de segurança de sua organização.


Confidencialidade


Quando falamos de confidencialidade, estamos falando de garantir que apenas pessoas devidamente autorizadas pelo proprietário dos dados acessem os mesmos. Esse princípio visa assegurar a proteção das informações de cunho confidencial e sigiloso.


Ainda, o cumprimento da confidencialidade demanda a criação/implementação de diversos mecanismos, como controle de acesso, criptografia dos dados, soluções de gerenciamento e monitoramento, entre outros.


No cenário atual, a maioria dos incidentes de segurança referem-se à quebra de confidencialidade. Isso se deve a não priorização e hierarquização adequada dos dados, segundo o seu nível de criticidade.


Integridade


O princípio de integridade na segurança da informação tem relação com a plenitude do armazenamento dos dados. Ou seja, os dados precisam ser armazenados da mesma forma como foram fornecidos, sem sofrerem qualquer alteração em seu conteúdo.


Esse princípio garante que as informações estejam em seu formato original e sirvam ao propósito para o qual foram designadas. A perda de integridade resulta da exposição de um dado ao manuseio de pessoas não autorizadas, com o poder de modificá-lo.


Porém, nem sempre as falhas de integridade estão relacionadas ao erro humano, mas também a problemas operacionais nos servidores, na rede ou nos dispositivos locais. Para garantir o cumprimento deste princípio, recomenda-se investir em criptografia, hashing, backups e assinaturas digitais.


Disponibilidade


O terceiro e último princípio da segurança da informação trata da garantia de acesso aos dados sempre que este for requisitado. Por isso, está diretamente relacionado à eficácia do sistema e do funcionamento da rede.


Portanto, o seu cumprimento demanda investimento em uma estrutura operacional adequada, tais como, manutenção de uma rotina de backups, uso de banda compatível com as necessidades da empresa e atualizações dos sistemas.


Por fim, como você pode perceber, os princípios da segurança da informação buscam garantir a validade dos dados em todos os seus processos. Assim, manter a plena aplicabilidade deles é imprescindível para empresas que atuam direta ou indiretamente com informações de terceiros.


Se a sua organização não dispõe de uma política de segurança da informação ou de soluções que proporcionem o cumprimento destes requisitos, acesse o site da 4Deal Solutions e entre em contato conosco. Dispomos de tudo o que você precisa para garantir a confidencialidade, a integridade e a disponibilidade dos dados.